Juiz Pantoja determina ao Estado da Bahia entregar medicamento/leite especial a criança carente e enferma da cidade de Chorrochó

4 01 2013

Juiz-PantojaO Exmo. Sr. Cláudio Santos Pantoja Sobrinho, Juiz de Direito, no exercício da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Chorrochó-Bahia, em atendimento a Ação Civil Pública intentada pelo Ministério Público contra o Estado da Bahia, deferiu liminar DETERMINANDO a entrega de medicamento/leite especial a criança carente e enferma da cidade de Chorrochó, sob pena de multa diária e responsabilidade criminal.

Informam os autos que o menor é portador de CID K 52, que ocasiona um quadro significativo de intolerância grave à proteína alimentar, desnutrição e anemia, motivo pelo qual torna-se necessária a alimentação exclusiva por meio do medicamento referido, sem o qual o menor corre risco de vida.

Sustenta o MP que a criança encontra-se em situação de risco, já que a sua família não possui condições financeiras para comprar o medicamento, que possui alto custo. Ressalta que a DASF/SESAB – Diretoria de Assistência Farmacêutica / Secretaria de Saúde do Estado da Bahia sempre forneceu as latas do medicamento para o tratamento do menor e que a suspensão do tratamento ocasiona o agravamento da situação clínica do paciente, que poderá sofrer de dores abdominais, azia, gases, diarreia, dentre outros sintomas, inclusive, podendo vir a falecer caso não receba o tratamento adequado.

Diante do exposto e considerando a necessidade de assegurar o cumprimento da legislação pátria e o direito à vida e à saúde do menor e dos demais cidadãos moradores deste Município, concluiu o magistrado em sua decisão: “DEFIRO a liminar, inaudita altera partem, e determino que o Réu forneça, no prazo máximo de 05 (cinco) dias a contar da intimação, à criança B.O.L., gratuitamente e pelo prazo necessário, a critério médico, o medicamento NEOCATE, na quantia de 10 (dez) latas por mês, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a ser revertida ao Fundo gerido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Chorrochó, criado pela Lei Municipal nº 136, de 17 de abril de 2006, sem prejuízo das sanções penais decorrentes do crime de desobediência a serem aplicadas aos seus representantes legais, da configuração de ato atentatório ao exercício da jurisdição e da aplicação de multa prevista no art. 14, parágrafo único, do CPC”.

Fonte: jeccpauloafonso.wordpress.com

Anúncios

Ações

Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: